0
Lounge da WGSN

wgsn41.jpg

Zé do Caixão se sentiria à vontade no lounge que a WGSN montou para essa edição do SPFW. Os modelos masculinos da coleção de Alexandre Herchcovitch também. Marcelo Rosenbaum, pela quarta vez consecutiva o arquiteto responsável por traduzir em um ambiente as macro-tendências das próximas coleções, escolheu Disturbed como o tema do espaço (saiba mais sobre Disturbed e as outras macro-tendências aqui).

wgsn6.jpg

O ambiente é todo preto, revestido de tecido e com sofás confortáveis de couro. O toque de cor vem da parede de livros e dos pufes roxos que circundam o ambiente. O ar gótico/macabro se completa com lustres de pingentes, caveiras e teias-de-aranha. Até o nome da empresa está escrito em adesivo de vinil imitando ossos. Mas não se assute: a atmosfera, apesar de soturna, tem um quê viciante, e como em um jogo de atração e repulsa, nos faz querer ficar jogados no sofá esperando um vampirão aparecer.

wgsn7.jpg
adesivos vinílicos em forma de esqueleto formam WGSN (detalhe)

wgsn3.jpg

Além do contraste com o lounge da edição passada, o que me chamou a atenção foram as fragrâncias representativas das quatro macro-tendências, desenvolvidas exclusivamente pela IFF para a WGSN. Para vocês terem uma idéia, a Disturbed é um mix de bebidas, um aroma intoxicante e levemente decadente. Mais um motivo por que o lounge vale a sua visita.

wgsn1.jpg
detalhe da parede-feature: livros desordenados, caveiras e teias

Related Posts with Thumbnails
Ana Paula :)
Nome Email Site