7
Niel, um carregador solar portátil

O carregador se chama Niel, homenagem ao estudante de pós graduação que descobriu a fórmula da fotossíntese em 1931.
A idéia surgiu em um dia de verão no Rio de Janeiro quando Fernanda de Freitas estava na rua, a bateira do celular acabou e precisava muito carregá-lo.

E aí começo a busca da designer pelos carregadores solares que existem no mercado. Não se surpreendeu quando percebeu que não havia nada como isso no Brasil, pelo menos não em abundância.
Ele foi inspirado nas folhas, mas principalmente no processo de fotossíntese, que converte 100% a energia solar em outra energia, neste caso, a química.
Opções de cores HELLOMOTOIDEN HELLOMOTOIDEN DSC01863 - Final DSC01773 Lagoa
Foram as folhas que deram origem ao seu formato, que foi adaptado para sua funcionalidade.
Por exemplo, as nervuras da folha estão presentes no carregador e permitem que ele não fique em contato direto com o solo ou a superfície. Assim como o formato, sua paleta de cores foi toda inspirada nas cores que as folhas apresentam conforme as estações do ano vão mudando.
O Niel é feito de pet reciclado, tanto as carcaças plásticas quanto o tecido que une as partes do carregador.
Ele mede: aberto 16,1 x 57 x 1,5 (0,5) cm e fechado 16,1 x 9,26 x 4,23 cm.
Adorei Fê … e fico aqui torcendo pra alguém se encantar com seu projeto e coloca-lo em produção!
Related Posts with Thumbnails
Ana Paula :)
6 Comments
  1. Muito interessante o projeto! Faltou um detalhe: o peso do produto.
    Sou um daqueles que teria interesse no produto. A Fernanda pode tentar colocar o projeto em prática através de sites como o http://www.kickstarter.com/ (já utilizei algumas vezes) e o http://www.vakinha.com.br/ (esse nunca utilizei). Sucesso!

  2. Nossa, muito bom, além de lindo!!! Fico esperando a produção pra comprar o meu :)

  3. Nossa, quero muito ter um desses!! Coloca no Kickstarter!

  4. Se organizar legal e colocar em um crowdfunding da vida, vira realidade, eu to dentro

  5. Ana, só pra corrigir a publicação. Eu te mandei uma informação errada, o ano em que o estudante descobriu a fórmula foi em 1931…eu confundi as datas. Desculpe! :)

  6. Onde se acha pra comprar? Eu adorei, achei super pratico e útil.

Nome Email Site